PREFEITURA DE IGREJA NOVA REALIZA REFLORESTAMENTO E PEIXAMENTO NA LAGOA DO POVOADO ALAGOINHAS

Manoel Mateus – vice-prefeito, Aureliano Almeida Dias Neto – secretário de agricultura e equipe, em parceria Ricardo Costa – secretário de educação, Instituto do Meio ambiente – IMA, Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis – IBAMA, realizaram na manhã desta sexta-feira (17), o peixamento, e reflorestamento da mata ciliar da Lagoa do Povoado Alagoinhas.

 

 

 

Na oportunidade foram liberados na Lagoa 4.000 alevinos de xira; 4.000 tilápias; 3.000 tambaquis e; 1.000 piaus. Plantas pelos alunos da escola municipal Dermeval Raposo 50 mudas de Ingazeira; 50 Goitizeiros; 50 Sabonetes; 50 Cabos de Facão; 50 Bacuparis e; 50 Ipês amarelos.

 

 

 

 

Foto: Prof. Atiliano

Além do vice-prefeito Manoel Mateus que justificou a ausência da prefeita Verônica Dantas e o secretário de agricultura Aureliano, prestigiaram o evento os secretários Atiliano João de Deus, Davi dos Santos, Ricardo Costa e Rosenilda dos Santos; Vinícius – representante da CODEVASF; Vereador Názio da Silva – representando a Câmara de Vereadores; Diretores, coordenadores, professores e alunos, que juntos com alguns pescadores do Povoado foram encarregados de fazer a plantação simbólica de algumas mudas.

 

 

 

Foto: Prof. Atiliano

No início da solenidade foi feita uma oração de agradecimento, e usaram a palavra a diretora Inês, representando o Povoado Lessa e Eraldete, o técnico Anísio, Vinícius, representante da CODEVASF, Vereador Názio da Silva, o secretário Aureliano, e encerrando a solenidade o vice-prefeito Manoel Mateus, que em nome da prefeita fez um pequeno relato da dificuldade financeira que os municípios vêm passando, e a importância do peixamento e reflorestamento daquela lagoa não só para os moradores de Alagoinhas, mais para toda comunidade carente daquela região.

 

 

Segundo o secretário de agricultura, todos sabem da importância daquele peixamento e reflorestamento. Porém, faz um apelo a comunidade que não capture os peixes ainda jovens, deixem para pescar os mesmos quando, já tiverem adultos, daqui a aproximadamente 6 meses. Disse que na última quarta-feira (16) a lagoa do Povoado Cabo do Pasto também foi povoada com 9.000 alevinos, sendo 3.000 xiras, 3.000 tilápias e 3.000 tambaquis. E a lagoa do Povoado Sapé recebeu 12.000 alevinos, sendo 4.000 xiras, 4.000 tilápias, 3.000 tambaquis e 1.000 piaus.

 

Foto: Prof. Atiliano

Por fim, Aureliano agradeceu a prefeita Verônica Dantas, o vice Manoel Mateus, dizendo que sem o apoio incondicional deles, mesmo neste momento difícil, nada disso estaria acontecendo no Município. Diz ainda que o Projeto visa o reflorestamento das matas ciliares nas nascentes do Município, e povoação com alevinos nos lagos e lagoas, inclusive o Rio São Francisco que banha Igreja Nova na região dos Povoados Cajueiro e Chinaré.

SECOM

 

 

 

 

Clique em cada uma das fotos da galeria para visualizá-las em seu tamanho normal:

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Categorias: Agricultura, Comunicação

Sobre o Autor

Poste um Comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.
Campos obrigatórios são marcados*