Conecte-se Conosco

Assistência Social

Selo Unicef e Secretarias Municipais se juntam no combate à exploração sexual de crianças e adolescentes

Publicado

em

Evento realizado hoje é a primeira de inúmeras ações que acontecerão durante o mês de maio

A cada 8 minutos uma criança sofre exploração sexual no Brasil. Com a explanação de uma triste realidade e na intenção de promover um alerta, a psicóloga Acácia Dantas ministrou palestra para coordenadores e professores da rede municipal de ensino de Igreja Nova sobre a responsabilidade e o papel do educador na identificação dos sinais, por meio do comportamento das crianças e adolescentes, de violência e exploração sexual.

A palestra aconteceu na manhã de hoje (03), na escola Municipal de Ensino Fundamental Frei Arnaldo Motta e Sá, e é parte das ações da Campanha de Combate à Exploração Sexual e ao Abuso de Crianças e Adolescentes, que tem como referência o dia 18 de maio, marco nacional da luta pelos Direitos Humanos de Crianças e Adolescentes. A campanha deste ano é uma ação conjunta do Selo Unicef com as Secretarias Municipais de Educação, Saúde e Trabalho, Habitação e Assistência Social e conta ainda com 3 momentos com as crianças e adolescentes nas escolas e uma passeata no dia 25 de maio.

O evento contou com a presença dos coordenadores do Centro de Referência de Assistência Social (CRAS), do Centro de Referência Especializado de Assistência Social (CREAS), do Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente (CMDCA), representante do Conselho Tutelar e os secretários municipais de saúde e assistência social. A Prefeita Verônica Dantas prestigiou o evento e relembrou a importância da data para fortalecimento do enfrentamento ao comportamento abusivo e a importância de encorajar as crianças a falar.

Em 2018 a Campanha de Combate à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes completa 18 anos, mas os números ainda são alarmantes. Alagoas registrou um aumento de 80% nos casos de abuso sexual e a realidade em Igreja Nova não é muito diferente, em 2017 o CREAS registrou 10 casos.  O objetivo dessa campanha é que a sociedade desperte e esteja sensível a estes sinais de alerta físicos, mentais e comportamentais.

A capacitação com a psicóloga Acácia será multiplicada nas escolas pelos professores e coordenadores que assistiram à palestra, além disso será disponibilizado um material de apoio, um cd contendo músicas e filmes, para ser trabalhado com os estudantes.

ASCOM

 

Continue lendo
Clique para comentar

Responder

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *